Encontre sua próxima viagem especial!

AMSTERDÃ


Fundada a partir de um pequeno povoado de pescadores, Amsterdã representa diversas transformações significativas na Europa. A cidade se destacou em diversos períodos históricos, como em 1358 em que se enfatizou na Liga Hanseática e foi considerada como o maior centro comercial do norte da Europa. Também, durante a sua dependência da Espanha e o descobrimento do Novo Mundo, novas oportunidades surgiram para cidade que se tornou o segundo maior porto do mundo, ficando atrás apenas de Lisboa. Após o rei de Portugal ter feito uma delegação para a cidade, ela se especializou no comércio de armas e grãos, além de ser a sede para a revenda de especiarias advindas da Índia. Como podemos ver, a capital da Holanda tem muita história para contar e muito a nos ensinar. E aí, vamos conhecer um pouco de Amsterdam?


Saiba mais

BUENOS AIRES


Ao olhar para Buenos Aires percebemos que a cidade transpira a união de diferentes culturas em seus poros. E essa é uma das consequências históricas marcada desde a formação da sociedade argentina. A cidade que foi fundada duas vezes, a primeira em 1536 pelo colonizador espanhol Pedro de Mendoza e a segunda e definitiva em 1580 por Juan de Garay, revela que sua personalidade é o resultado de uma intensa corrente migratória que foi promovida pelo Estado Argentino com o objetivo de povoar a região. Sírio-libaneses, espanhóis, poloneses, italianos e russos chegaram à cidade durante a segunda metade do século XIX e marcaram a região com suas particularidades tornando Buenos Aires uma cidade cosmopolita e eclética onde convivem pessoas de diversas culturas e religiões. Hoje, a Capital Federal é considerada a segunda maior metrópole da América Latina com mais de 3 milhões de habitantes e cerca de 12 milhões vivendo na região, atrás apenas de São Paulo.


Saiba mais

ZURIQUE


Localizada no nordeste do país, após ser destruída no século V pelos alamanos Zurique entra na Confederação helvética em 1218 e obtém grande importância, devido a intensa produção de artesanato têxtil e aquisição condados vizinhos, em 1351. Depois da Reforma Protestante e a Reforma Liberal, a cidade se tornou o centro financeiro da Suíça possuindo uma das bolsas de valores mais importantes da Europa. Sendo sede de diversos bancos, empresas de alta tecnologia e seguradoras. Além de ser conhecida pelos seus bancos, chocolates, relógios e fondues, a maior cidade da Suíça também é um importante foco de arte contemporânea e o destino ideal para compras. Com casas medievais, vielas contorcidas e estreitas e belíssimos edifícios públicos do período Renascentista, Zurique preserva uma atmosfera acolhedora com a Altstadt (cidade velha) dominando as paisagens. Com certeza é um destino que vai te encantar.


Saiba Mais

Encontre sua próxima viagem especial! Fale conosco